Lira Do Diabo

domingo, 15 de janeiro de 2012.
Ouvira o entoar da última,
Canção da minha lira.
No vazio deixado pelo silêncio
Me aquecia ao calor da pira.


No horizonte; raios negros
Me circundavam 
Batia no peito o orgão morto
Demônios me olhavam.


Mesmo a mais nesga
De meu corpo padecia
Estava como o ignavo
Que aos poucos morria.

Feito o poeta ébrio
Cismava com o porvir
O que no crepúsculo,
Poderia vir...

 Cisa ou cura?
Amor ou morte?
Cara ou coroa?
Azar ou sorte?.


Lilith do inferno
Vinha me abençoar
Sangue de um cordeiro
Vinha me fazer provar.


Cisa ---- No cordeiro
Cura ---- Para mim
Amor ---- Desvanece
Morte ---- De todos o fim.
 (Jason Notifies Wallace)

1 Comentário:

Anônimo disse...

Perfeito!

Postar um comentário

 
XW Mundo Sombrio © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |